O Bom de Viver.com.br

Início » 2013 » março » 18

Arquivo diário: 18 18+00:30 março 18+00:30 2013

Perdas Necessárias

Caro leitor, no meu consultório a queixa do cliente sempre gira em torno da depressão.Nos consultórios psiquiátricos os clientes saem com receitas de antidepressivos na esperança de se curarem das angústias da vida.

Angústia e depressão são sentimentos diferentes podem levar ou não a depressão.

depressaõ ,chuva,pensativa

A depressão é o local da tristeza profunda, do fundo do poço, é uma doença.A angústia é um desencantamento “provisório”.

A angústia existencial não é doença é um vazio ,esse sentimento que invade cada um de nós e nos deixa meio perdidos em devaneios e pensamentos,medos,balanço de vida,questionamentos,os porquês,dúvidas que desde a muito tempo esteve lá no fundinho das nossas mentes,mudanças que adiamos sempre e nos incomodam.

Angústia diante das perdas necessárias da vida que acontecem naturalmente ou através das escolhas que fazemos.Ao fazer uma escolha estamos matando todas as outras e as perdas acontecem chamando de volta a angústia num vai e vem infinito.

Perdas necessárias como o envelhecimento,as questões das relações afetivas,profissional,a morte.
O vazio angustiante nos dá uma sensação de adormecimento na alma, dor no fundo do coração ou um aperto no peito ,nos fazendo sentir um desamparo e abandono muitas vezes traduzido por solidão. Como dizia a escritora Clarice Lispector,um “desamparo de estar vivo” .

A angústia existencial é inerente ao ser humano acontece sem pedir licença para no incomodo que causa sacudir a nossa existência e nos levar ao caminho do auto conhecimento.
O mundo é um lugar complexo mas precisamos essencialmente somente de nós mesmos para sobreviver.Somos nós somente cada um de nós que irá acompanharmos até o fim da nossa vida,sonhar nossos sonhos e realizá-los e chorar as nossas dores mais íntimas. As pessoas que nos amam são somente companheiros por mais que sintam por nós.

Muitas vezes o que chamamos de depressão é uma passagem de sofrimento angustiante que não se cura com remédio mas com a capacidade de encararmos a vida com suas limitações. Abandonando o passado,deixando o futuro acontecer no seu tempo e decidirmos viver o presente.

Fazermos as pazes conosco com as nossas imperfeições buscando sentido para a vida.Redescobrirmos o que realmente vale a pena.

O que realmente te faz feliz?

Uma só idade para ser feliz

Existe somente uma idadesorrisos chovendo pra gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade pra gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.

Fa.

Poesia de um amigo .

%d blogueiros gostam disto: