O Bom de Viver.com.br

Início » TERAPIA COGNITIVA » Como Diferenciar Mau- Caráter De Transtorno de Personalidade?

Como Diferenciar Mau- Caráter De Transtorno de Personalidade?

Agende Seu Horario

julho 2013
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

oPersonalidade, caráter, temperamento qual a diferenca?homempersonalidade

Se pararmos para pensar, muitas vezes agimos de maneira ilógica, destemperada, desconfiada, agressiva, infléxivel, incompetente, submissa e exploradora, mentirosa. Porém essas atitudes são passageiras e limitadas no tempo. Para as pessoas que sofrem de TP (Transtorno de Personalidade) esses episódios acompanham os ao longo de toda a sua vida. cTranstorno da personalidade são marcados por padrões desaptativos de pensamentos, sentimentos, percepcões e comportamentos oriundos desde a infância perpetuando por toda a vida em inúmeras situacões.

Geralmente levam o indivíduo a comportamentos desviantes do padrão de vida “normal” com excelência no que toca as relacões interpessoais, sociocultural e profissional trazendo transtorno na sua vida familiar e afetiva.

É importante elucidar que o indivíduo com TP geralmente matêm contato com a realidade não entra em delírio. Geralmente sentem se bem com os sintomas pois é a realidade do conceito que têm e conhecem de si desde crianca .(OConnor e Dyce,2001). Perturbam o ambiente e as pessoas por serem “egossintônicos” diferente dos “egodistônicos” que se sentem incomodados por se sentirem estranhos e indesejáveis. Egossintônicos acham positivo comportamentos desadaptativos.

Esses transtornos causam inúmeros problemas ao indivíduo e/ou ao ambiente tais como delitos,suicídios,abuso de substâncias psicoativas, problemas interpessoais, conjugais, profissionais, escolares, familiares e na vida pessoal.

Hoje muito divulgado são os transtornos anti-sociais ou psicopatia, personalidade histriônica mas existem diversos tipos de transtornos da personalidade,

No início estes transtornos eram estudados pela psicologia, hoje já estão incorporados no DSMI-IV-TR,APA,2001 e a CID 10,OMS,1992 códigos e regras da medicina ou seja são considerados doencas. Diferentemente da psicanálise a medicina acredita que esses tracos da personalidade variam de acordo com o stress sendo que além do comportamento desaptativo traz males para o indivíduo.

O que é personalidade?

É uma mistura de influências inatas, genéticas, biológicas que sofrem influências do ambiente. Os TP boderline e anti social são os tipos que mais sofrem influencia genética supostamente.

É um padrão de pensamento ,sentimento e comportamento característicos que distingue as pessoas entre si ,que persiste ao longo do tempo.

Costa e McCrae,1985 falam de 5 fatores temperamentais da personalidade:

Neurose-Tendência ao mal estar psicológico e comportamento impulsivo.

Extroversão- envolver em situacões sociais e sentir alegria, otimismo

Abertura á experiencia-Curiosidade, receptividade, expressividade emocional

Amabilidade- Grau de compaixão e hostilidade para com o outro.

Responsabilidade-Grau de organizacão e compromissos pessoais

Caráter:

É adquirido com as experiências, vivências e no processo da socializacão, é aprendido influenciando na personalidade.

Durante a formacão do caráter vai se formando esquemas que são as crencas básicas que norteia a vida e o comportamento do indivíduo, no qual ele vai utilizar para organizar sua vida e a forma que verá a o mundo e a si mesmo. A partir dos esquemas surgem pensamentos e comportamentos assertivos ou disfuncionais. O esquema é o sinalizador do conceito de caráter, estes são de extrema importância para o estudo do transtornos da personalidade. É o objetivo do tratamento do TP.

A proposta de Sperry(1999) para o sucesso da eficácia da terapia pa o transtorno de personalidade seria mudar o caráter e modular o temperamento o que foi levada muito a sério pelos estudiosos. O tratamento do transtorno de personalidade é muito difícil e muitas vezes frustrante.

Quando o transtorno de personalidade aparece na adolescência o risco de padecer de comorbidades ou seja de outros transtornos é bem maior . indivídosos que sofrem de TP são mais suscetíveis ao alcoolismo, violência, automutilacão, comportamento de risco, sociopatia, delinquência e ataques de gula.

Os transtornos de personalidades mais recorrentes são os boderline oriundo do stress pós traumático e o TOC (Transtorno Obssesivo Compulsivo), personalidade dependente, histriônico .

Estudos associaram associaram os transtornos de personalidade com dores crônicas, queixas físicas e somatizacões segundo Ruegg e Frances(1995). E uma incidência maior de portadores de HIV em indivídus com personalidade anti social.

Indivíduos que sofreram abusos na infância têm uma tendência maior de sofrer deste transtorno (TP) consequentemente cometem com mais frequência abusos infantis.

O recurso para o tratamento do transtorno de personalidade ainda continua sendo a terapia psicológica e buscar ajuda de um psiquiatra já que carregam com eles comorbidades que muitas vezes precisam de terapia medicamentosa. O diagnóstico tem que seguir uma avaliacão criteriosa e eficiente .

É importante diferenciar transtorno de personalidade de expectro ou seja o indivíduo pode ter um transtorno de personalidade bipolar e não sofrer do transtorno bipolar.

Ao lidar com o ser humano devemos levar em conta a complexidade de todo o contexto da sua história para que possamos realmente saber o que se passa por trás de cada “cara” que deparamos pelo caminho.


3 Comentários

  1. luis fernando disse:

    oi boa tarde sou luis Fernando e percebo que vivo da maneira (tp) passei por diversa internações por uso abusivo de drogas e já faz um bom tempo que não faço uso delas porem não consegui mudar minha personalidade que me traz sérios problemas no meu cotidiano amo minha família de todo meu coração porem trago muitas dificuldades para elas gostaria de saber se tem como ser orientado para melhor viver minha vida não tenho condições de pagar um tratamento pisco logico e a ajuda que eu encontro pelas repartições publicas não abrange oque é necessário para uma qualidade de vida serei muito grato pela resposta

    Curtir

  2. Katia Joaneza C. Silva disse:

    Compreendo suas dificuldades, mas de fato, para que vc alcance algum tipo de mudança efetiva é necessário a busca de tratamento especializado com psicólogo e psiquiatra. Busque na rede de apoio na sua cidade como Caps – centro de atenção psicossocial, é do governo, portanto gratuito diante de sua condição, lá tem profissionais capacitados para o seu caso específico.Ao menos comece, vá atrás, e aproveite que vc está com essa motivação para se cuidar. Abraço.

    Curtir

Muito obrigado pelo seu comentário, é sempre bom uma sugestão para novas matérias.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CLIK PARA VER OS POSTS

%d blogueiros gostam disto: