O Bom de Viver.com.br

Início » 2013 » outubro » 29

Arquivo diário: 29 29+00:30 outubro 29+00:30 2013

Redes Sociais. Como Lidar Com o Assédio Virtual.

ASSÉDIO MORAL, PSICOLÓGICO NA INTERNET – SITES DE RELACIONAMENTOS & REDES SOCIAIS
4515-300x2001 Desde a idade média o ser humano criava situacões de assédio, fofocas e agressões psicológicas dentro das oficinas de trabalho.A intriga, difamacão e artimanhas para humilhar, denegrir e prejudicar o outro existe deSde que o mundo é mundo. O surgimento da internet e  das redes sociais  contribuiram ainda mais  propapagar esses tipos de comportamentos, levando os a  tomarem uma proporcão muito maior e mais complexa.

A invasão nos emails e nos sites das redes sociais se tornaram corriqueiras, assustadoras e perigosas, totalmente invasivas. Invasão essas que levam a situacões de constrangimento, e danos para a vida das pessoas em todos os âmbitos. Hoje o assédio moral, psicológico virtual são penalizados por parte da justica, mas muitas vezes a pessoa vítima do assédio se sente desprotegida já que fica totalmente exposta.

Nos tempos modernos o que era privado se tornou público e sem limites pois são compartilhados abertamente sendo que às vezes os filtros deixam a desejar, necessitando de medidas mais severas por parte das empresas responsáveis pelos sites. O facebook criou uma protecão especial para o Brasil,  já que segundo pesquisas é um dos líderes no ranking  desse comprtamento. Não querendo aqui responsabilizá-las,  já que o respeito e responsabilidade social são banalizados pelo usuário.

A falta de informacão quanto a legislacão e o abuso de invasão de privacidade  levam as pessoas ignorarem tais comportamentos,  dificultando a vítima de  se defender das ofensas sofridas. o abuso aumenta cada vez mais principalmente pela falta de privacidade  e exposicão de suas vidas por parte dos próprios usuários que agindo assim acabam “permitindo” e retroalimentando tais comportamentos.

Pesquisas realizadas e informacões prestadas pela AVG, empresa mudial responsável pela seguranca na internet indica que 1 entre 3 usuários no Brasil passaram por essas situacões informacão divulgda pela Revista Época. Ao utilizar a internet a vítima fica mais vulnerável do que no mundo real, onde podem confrontar olhando olho no olho gerando oportunidade de verificar a postura, o tom de voz, dialogarem e se defenderem esclarecendo mal entendidos com relacão  aos fatos vivenciados ou não quando muitas vezes são inventados ou seja deixam de ter veracidade.  On line os fatos ficam sujeitos a distorcões, mesmo porque  facilita para as pessoas de forma sutil, indecorosa  justificar seus atos apelando pelo direito de livre expressão.

A vítima do assédio, muitas vezes  ao se defender sofre do agressor pressão diante da argumentacão orientando uma má interpretacão do que foi postado ou mesmo alegando quando questionados,  que tal postagem não foi direcionada para a pessoa atingida. Os danos psi

A falta de informacão quanto a legislacão e o abuso de invasão de privacidade  levam as pessoas ignorarem tais comportamentos,  dificultando a vítima de  se defender das ofensas sofridas.O abuso aumenta cada vez mais, principalmente pela falta de privacidade  e exposicão de suas vidas por parte dos próprios usuários.

Os danos psicológicos são altíssimos e o stress causado leva muitas vezes a desencadear doencas emocionais e/ou fisiológicas como transtorno de pânico, crises de ansiedade e depressão. Desequilíbrando relacões afetivas,familiares, sociais e de relacionamentos amorosos.

Fica aqui registrada uma questão a se pensar: o que as pessoas realmente desejam, interessam ao usar a internet e redes sociais? Será que tais comportamentos e postagens refletem a personalidade e o conteúdo que cada um carrega em si ? É o reflexo do tipo de relacões sociais pouco evoluida diante de tantas informacões , o que na idade média não possuiam? O que leva o ser humano perpetuar esses tipos de sentimentos, comportamentos? Um esvaziamento do “ser”? A banalidade com que relacionam com o outro?

Ë fato que o uso da internet de forma indevida compromete a seriedade e a funcão primeira pelo qual ela  foi criada. Uma mídia séria,  globalizadora, informativa, opcão para adiquirirmos  conhecimentos  gerais formais e informais, culturais, político, bussines, entretenimento e outros diferente da usual mídia escrita e falada.

O foco do assédio virtual do contrário que muitos alegam não é resultado da internet ou sites e sim do uso que o ser humano faz da mídia.

Fator incontestável é que alguns tornam suas vidas privadas, pública. Cabe a cada um cuidar de se preservar, criar pensamentos críticos ao lidarem com suas próprias postagens.

%d blogueiros gostam disto: