O Bom de Viver.com.br

Início » Posts etiquetados como 'autoconhecimento' (Página 2)

Arquivo da tag: autoconhecimento

Terapia Familiar um estudo em Minas Gerais

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo buscar evidências na literatura de como surgiu e se desenvolveu a terapia familiar em Minas Gerais.

Quais foram os precursores da terapia de família,como evoluiu a terapia sistêmica e como se estabeleceu em meio a tantas abordagens terapêuticas.

Quais movimentos aconteceram no Brasil para difundir e promover o crescimento o aprofundamento na teoria e prática da terapia sistêmica.

As bases epistemológicas e teóricas no atendimento sistêmico de família e redes.

Família e casal da tradição a modernidade é um dos temas que abrange esse estudo.

A metodologia utilizada foi a pesquisa sistemática, descritiva e através de coleta de dados utilizando entrevista semi estruturada ,a entrevistada é uma psicóloga que atua na área da Terapia familiar Sistêmica. O tema abordado é sobre o movimento da Terapia familiar em Minas Gerais.

A terapia de família surgiu em meados do século passado o foco de estudo de maior expressão foi os Estados Unidos e em alguns estados da Europa.Logo após expandiu-se para vários estados da Europa ( texto/cap.6-Terapia Familiar no Brasil)
Dentro do modelo sistêmico os estudos que mais se destacaram foram Palo Alto (Bateson,1952),John weakland,Jay Haley. Don Jackson(1954), Mri (Don Jackson,1959), Virginia Satir,Haley,Gyerin (1976), Minuchin (1960) Haley,Bráulio,Montalvo, Bernice Aponte, Ron Leibman Terapia Estratégica BREVE-Watzlawick,Weakland e Fish; Grupo de Milão – Mara Selvini Pallazolli,Giuliana Prata, Luigi Boscolo e Gianfranco Cecchin.

(Texto – Terapia de família no Brasil: Uma Visão Panorâmica) – A questão relacionada a quem são e o que fazem os terapeutas de família tem sido insistentemente debatida e publicada em periódicos internacionais. Quanto ao Brasil, esta discussão tem sido feita principalmente nos congressos que buscam reunir os terapeutas de família brasileiros.

Foram criadas associações como ABRATEF ( Associação Brasileira de terapia de família), AMITEF (Associação Brasileira Mineira terapia de família), e outras regionais sediadas em cada Estado do Brasil.
Em Minas Gerais podemos citar profissionais como Carlos Arturo Loza Molina, Maria Beatriz Coutinho Lourenço de Lima, Maria Beatyriz Rios Ricci, Maria José Esteves de Vasconcellos ,Sonia Maria Cerqueira
A terapia familiar Sistêmica se firmou e estabeleceu como uma linha adotada no mundo no tratamento para família pela sua base teórica e epistemológica, pois quebrou paradigmas mudando pensamento cartesiano, linear até então adotado pelas abordagens psicológicas de maior relevância dentro da psicologia como a Terapia Cognitiva Comportamental, Gestalt, Psicanálise.

Com o desenvolvimento do pensamento sistêmico criou-se uma visão circular onde o individuo é visto como um todo de acordo com a psicóloga entrevistada Jaqueline Cássia não tem como termos uma visão de pensamento causa e efeito, linear e sim circular. Todos interagem entre si, mesmo dentro da subjetividade de cada um, sofrendo influência do meio. O inconsciente é grupal, familiar o pensamento é circular, o todo está em cada parte e a parte está no todo.
.A interação do psicólogo como parte do processo terapêutico juntamente com o cliente nas suas demandas e na construção do pensamento interagindo com a família é um diferencial substancial da terapia sistêmica isso numa visão da cibernética de segunda ordem como citado na entrevista no anexo.

De acordo com (cap.1 o texto Família e casal: da tradição a modernidade), a família processa e reinventa seus legados no confronto entre tradição e modernização. A transmissão vai além da unidade familiar estendendo-se aos elos socioculturais.

A contemporaneidade é marcada pela busca da individualização, a autonomia é supervalorizada, mas a família continua sendo a célula mater, a história dos pais continua sendo um ponto de referência para os filhos inclusive na escolha de seus pares conjugais, servindo como norteador na passagem de valores de geração a geração.
Fica aqui um questionamento quanto à educação dos filhos na modernidade, dentro desse novo contexto de organização familiar, pais e mães buscando suas realizações pessoais, profissionais e crescimento financeiro numa sociedade extremamente capitalista e competitiva onde a individuação é uma busca constante a terapia de família seria uma ferramenta para fazer um link entre a individuação e o viver em família.

A terapia de família vai além dos limites da terapia individual.

Parte do trabalho de Terapia Sistêmica PUC/BH -ntrodução
Maria de Fátima Araujo Martins

%d blogueiros gostam disto: