O Bom de Viver.com.br

Início » Posts etiquetados como 'homossexual'

Arquivo da tag: homossexual

Ciúme. Como Lidar Com Ele?

jovens ciumes

Dois são os motivos por que estou contigo: porque te amo e porque não tolero perder-te.Meu amor acabou e por isso só resta o outro motivo. Não suporto imaginar-te em outros bracos, teu rosto relaxado depois de fazer amor, que rias, que gozes do mesmo modo que o fazes comigo. Mission’rio de uma causa medíocre-, me pergunto se além disso quero alguma coisa de ti.. Por que motivo não tolero perder-te? Será tão alto teu valor? A resposta é simples – outro a teu lado me reduz a nada. Então só te necessito para que teu ser garanta o meu e perder-te é, de alguma forma, perder-me. Estranho pacto; porque o firmei? Sinceramente não sei, como também ignoro quando vai acabar…… O pior é que sabes disso. Debochas da minha prisão. Gozas a minha liberdade condicional. Sei que um dia serei livre; só estou esperando que prometas e cumpras: nunca amarás outro. Prometes?

A sexualidade é poligâmica embora nossa sociedade seja monogâmica daí a existência do ciúme, diz Alberto Goldin. Este tipo de ciúme comum nas relacões  é voltado mais para a questão da “fidelidade”, respeito, ligado ao amor erótico.

Quando se trata de ciúme patológico, onde o ser amado se perde na identidade do outro como no conto acima, o amor se torna uma prisão e fonte de sofrimento para o casal .

Os grandes amores são para os ciumentos a fonte geradora da paixão onde ele se embebeda do “outro” de uma forma narcísica, perdendo sua referência e fazendo do “outro” seu espelho. Ao se deparar com a perda se esvai, pois somente existe enquanto ser amado que é.

O ciumento é per si inseguro, sem referência própria do seu ego, perde sua identidade e assume a identidade do ser amado ou seja ao relacionar afetivamente não consegue separar o ser amado,objeto do seu amor de si .

Ao se perder de si, busca antes de tudo não só recuperar o ser amado mas a si mesmo. Quando se sente sozinho se sente abandonado.

Para o ciumento nunca haverá provas suficientes que o tranquilize pois ele não sofre as dores do amor atual; mas as dores de sua alma que padece por não conseguir se achar, perdeu sua forma , sua referência, seu espelho.

Sua autonomia está abalada, precisa ser elaborada, carece de crescimento psíquico, afetivo e emocional.

O ciumento é antes de tudo um ser que se perdeu de si.

%d blogueiros gostam disto: