O Bom de Viver.com.br

Início » Posts etiquetados como 'realização pessoal – profissional'

Arquivo da tag: realização pessoal – profissional

Ansiedade. Um Mal Necessário!?

mulher vitória depois de sufocoMas afinal o que é essa sensação?

Ansiedade a princípio não é doença e sim um estado.É um estado emocional desagradável muitas vezes acompanhado pelo medo,desconforto às vezes não identificado com sentimentos desproporcionais e irracionais.

A ansiedade foca na preocupação principalmente com o futuro é seguida pela sensação de medo, os dois muitas vezes caminham juntos e não raras vezes provocam um efeito cascata.

Boa parte da ansiedade vem dos pensamentos, daí surge a necessidade de pensar com qualidade.Tendemos a catastrofizar , a distorcer a realidade quando entramos em estado de ansiedade criando nas nossas mentes pensamentos mágicos,são pensamentos improdutivos,irreais,que persistem e dá a sensação que não saimos do lugar.Sempre pensando a mesma coisa.

A sensação de medo é paralizante impedindo muitas vezes a tomada de atitude ou levando a protelar situações que deveriam ser resolvidas.

Crises de ansiedade podem ser ativadas por gatilhos,sendo estes alguma situação ou pensamento que nos lembre um fato vivenciado gerador de ansiedade.Os gatilhos são inconscientes prescisamos parar e analisar para entendermos melhor os nossos sentimentos e pensamentos então perceber esses mecanismos.

Há uma grande descarga de adrenalina no sangue com a função de preparar o corpo e a mente para entrar em ação quando entramos em estado de ansiedade, a manutenção desse estado gera o stress crônico, transtornos de pânico,TAG(transtorno de Ansiedade Generalizado).A depressão pode ser também ansiosa.
A ansiedade ser sintoma desses transtornos quando já estão instalados.

Pesquisas demonstram que um quarto da população mundial já nascem predispostas geneticamente a serem ansiosas, conjuntamente com os hábitos e as demandas da vida os níveis de ansiedade aumentam cada vez mais.

Saber lidar com nossas vidas e preocupações minimiza a ansiedade , melhora a qualidade de vida trazendo saúde , bem estar físico, mental e emocional.

Hábitos de vida como evitar cafeína,estimulantes como chás mate,verde,tabaco,refrigerantes como guaraná,coca cola , energéticos,tabaco, alguns medicamentos fitoterápicos e alopáticos estimulam o sistema nervoso central devem ser evitados.É importante se interar disso quando fizer uso desses medicamentos.
Àlcool em excesso no primeiro momento causa depressão do sistema nervoso mas depois gera ansiedade.

A insônia,falta de alimentação por tempo prolongado e a falta de execício físico também são fatores ansiogênicos.O organismo libera àcido lático quando ficamos com a sensação de fome gerando ansiedade.

Protelar atividades,acúmulo de tarefas, má administração do tempo e desorganização na vida pessoal e profissional devem ser observadas e administradas para evitar ansiedade.

Dificuldades emocionais como não saber colocar limites,dizer não, inflexibilidade, perfeccionismo,expor senti-
mentos, não tomar posição diante de fatos,excesso de culpa,desrespeito a si mesmo são motores geradores de ansiedade.

A ansiedade vai estar sempre presente inclusive numa escala normal para nos ajudar a emocionar diante da vida, buscar realizações e nos proteger diante do perigo.Importante é entender o que é e como lidar de forma produtiva com esse sentimento.

Podemos recorrer a ajuda de profissionais como psicólogos, psiquiátras quando for necessário.
A TC ( Terapia Cognitiva) é uma técnica muito usada para trabalhar os pensamentos e ajudar a elaborar o conhecimento. Conforme Bernard Rangé(baseado em estudos na Universidade de Boston) é a técnica mais eficáz para trabalhar os pensamentos e a cognição.

O terapeuta questiona os pensamentos inassertivos que geram os sentimentos ansiosos questionando crenças e comportamentos ,levando o cliente a ver a situações de forma diferente mais realista e assim mudam os pensamentos mágicos, ansiosos tornando-os mais assertivos.Associando técnicas de respiração e relaxamento.
É excelente para o tratamento do pânico, fobias e depressão e transtornos gerados pela ansiedade excessiva.

Mas não podemos reprimir totalmente a ansiedade as pessoas precisam do medo e da ansiedade para sobreviver .O segredo é descobrir o motivo e enfrentá-lo quando estiver incomodando.

Uma dica: dia 9 de março nos EUA é o dia do Pânico,nessa data vale tudo-surtar,gritar,botar a ansiedade para fora.Viva a vida no presente!

Natal – Que Trazes Pra Mim?

natalQuando chega a festa de natal, passagem de ano,páscoa,anivesário percebo que algumas pessoas resolvem contabilizar o que fizeram ou deixaram de fazer; se perdem no passado e projetam o futuro com listas intermináveis. Chegam achar chatíssimo e “quantas vezes você balança a cabeça admirada: “ Como essa pessoa sente os fatos tão diferente de mim, entendiante curtir as datas comemorativas”.

Seria uma sabedoria viver o presente, deixar fluir “a festa”,o momento. Estarmos inteiros naqueles momentos que acontecem uma vez por ano sendo que teremos o novo ano inteiro para pensar.

Novo Ano. Um novo ano é o renascer para novas possibilidades, novos projetos, sonhos sem ilusõses. Ah ,os sonhos! Tempêro da vida .

Um novo olhar para situações não necessariamente novas mas com lentes novas.

Ano de pensar criticamente, o que pouco fazemos . Deixar os pensamentos automáticos em prol de pensamentos críticos para sermos mais assertivos ,deixar o “tenho que querer” ,“tenho que ser”, tem de” e viver o que posso fazer com o que a vida me trouxe.

Ser autêntico, autor da nossa história. Vamos nos enquadrando ,limitando, até esquecermos quem somos, do que gostávamos e o que realmente nos faz chorar de rir.
Parar…

Parar! difícil arte de parar.
Parar por alguns instantes dos compromissos , do cansaço, da falta de tempo, da dificuldade de ser feliz. Parar para sentir o “curtir” a gente mesmo, a harmonia com o outro e o mundo, a família, o ser amado, para amar. Parar diante das tragédias universais ou pessoais para dar se o tempo de degustar o viver per si. Parar para pensar no que vale a pena.

Pensar para ser uma pessoa mais decente para amar mais e melhor, começando por nós  mesmos para exercer nossa cidadania e liberdade.

Pensar no que de verdade quereremos, se é que realmente queremos alguma coisa. Se somos levados pelos desencantos , pelas dores do passado, do desânimo de recomeçar ou começar de novo.
Pensar para construir um mundo próprio , sem grandes loucuras mas criativo, sem idealizações e verdades absolutas. Podemos reinventar o nosso mundo com gotinhas de loucuras gostosas para embelezar e tornar a vida ordinária extraordinária e compartilhá-la para que haja beleza e claridade.

Pensar como uma criança, coelhinho da páscoa existe? Para quem acredita existe,cada um vive a suas escolhas.

Ao despertar do novo ano deixemos de lado promessas e acreditemos que temos valor como ser humano que somos.Que possamos perceber que o “ser” é algo infinito e nobre,  leva-nos ao equilíbrio, o ter é uma busca que o complementa, é efêmero.

Cuidemos de buscar a Felicidade, saúde, criatividade, labuta,  para cultivar a paz, a cooperatividade, o amor e a compaixão.

Renascimento, sentido maior que o natal nos remete. Ano Novo promove vida,  oportunidades.Perdão para si mesmo e para o outro, mesmo que perdoar não signifique conviver.

Datas, que trazes pra mim?

Mulheres que amam demais

MAÇA CARA DE HOMEMDepois de um bom tempo dizendo que eu era a mulher da vida dele, um belo dia eu recebo um e-mail dizendo:

“olha, não dá mais”.
Tá certo que a gente tava quase se matando e que o namoro já tinha acabado mesmo, mas não se termina nenhuma história de amor (e eu ainda o amava muito) com um e-mail, não é mesmo?

Liguei pra tentar conversar e terminar tudo decentemente e ele respondeu: “mas agora eu to comendo um lanche com amigos”.
Enfim, fiquei pra morrer algumas semanas até que decidi que precisava ser uma mulher melhor para ele. Quem sabe eu ficando mais bonita, mais equilibrada ou mais inteligente, ele não volta pra mim?

Foi assim que me matriculei simultaneamente numa academia de ginástica, num centro budista e em um curso de cinema. Nos meses que se seguiram eu me tornei dos seres mais malhados, calmos, espiritualizados e cinéfilos do planeta.

E sabe o que aconteceu? Nada, absolutamente nada, ele continuou não lembrando que eu existia.Aí achei que isso não podia ficar assim, de jeito nenhum, eu precisava ser ainda melhor pra ele, sim, ele tinha que voltar pra mim de qualquer jeito.

Decidi ser uma mulher mais feliz, afinal, quando você é feliz com você mesma, você não põe toda a sua felicidade no outro e tudo fica mais leve.

Pra isso, larguei de vez a propaganda, que eu não suportava mais, e resolvi me empenhar na carreira de escritora, participei de vários livros, terminei meu próprio livro, ganhei novas colunas em revistas, quintupliquei o número de leitores do meu site e nada aconteceu.
Mas eu sou taurina com ascendente em áries, lua em gêmeos filha única! Eu não desisto fácil assim de um amor, e então resolvi tinha que ser uma super ultra mulher para ele, só assim ele voltaria pra mim.

Foi então que passei 35 dias na Europa, exclusivamente em minha companhia, conhecendo lugares geniais, controlando meu pânico em estar sozinha e longe de casa, me tornando mais culta e vivida. Voltei de viagem e tchân, tchân, tchân, tchân: nem sinal de vida.
Comecei um documentário com um grande amigo, aprendi a fazer strip, cortei meu cabelo 145 vezes, aumentei a terapia, li mais uns 30 livros, ajudei os pobres, rezei pra Santo Antonio umas 1.000 vezes, torrei no sol, fiz milhares de cursos de roteiro, astrologia e história, aprendi a nadar, me apaixonei por praia, comprei todas as roupas mais lindas de Paris.

Como última cartada para ser a melhor mulher do planeta, eu resolvi ir morar sozinha.
Aluguei um apartamento charmoso, decorei tudo brilhantemente, chamei amigos para a inauguração, servi bom vinho e comidinhas feitas, claro, por mim, que também finalmente aprendi a cozinhar.
Resultado disso tudo: silêncio absoluto.

O tempo passou, eu continuei acordando e indo dormir todos os dias querendo ser mais feliz para ele, mais bonita para ele, mais mulher para ele.
Até que algo sensacional aconteceu. Um belo dia eu acordei tão bonita, tão feliz, tão realizada, tão mulher, que eu acabei me tornando mulher demais para ele.
Ele quem mesmo?

Martha Medeiros

“Não podemos esperar que outra pessoa nos preencha ou nos complete. Sozinhas, somos as responsáveis por nossa Paz de espírito e nossa realização, seja ela pessoal ou profissional”.

%d blogueiros gostam disto: