O Bom de Viver.com.br

Início » Posts etiquetados como 'sexual'

Arquivo da tag: sexual

Como Saber Se Sou Compulsivo Sexual?

compulsão sexual                                                         COMPULSÃO SEXUAL

O Amor No Tempo Do “Ficar”- Os Tempos De Hoje

arvore genealogica
Onde anda você. Percebo que o novo estilo contemporanêo de relacionar afetivamente cabe nessa frase.

Será mesmo que ao ficar ou a tentativa de conhecer sem comprometer-se com o outro até “pedir” em namoro é funcional nas questões amorosas?

Percebo que esse estilo tem deixado uma lacuna, dúvidas,anseios, insegurancas e cobrancas veladas.

Os pares sentem saudades, sentem falta de estarem juntos, compartilharem, comunicarem-se mas não o fazem pois o “contrato” impede de certa forma que

os sentimentos sejam fluidos.

Há os que defendem a idéia que não se deve pular etapas, primeiro deve se conhecer depois namorar. Perguntando, alguns me responderam que namorar tem que ir a compromissos sociais, conhecer família. O casal em primeira instância deve saber o momento para que as coisas externas acontecam. A vida íntima não está interligada a0 fato sociofamiliar.

O que é namorar? O que é “ficar”?

Namorar é enamorar, conhecer, compartilhar, adaptar, conversar, curtir momentos gostosos, desentender, apoiar, encantar, desencantar, continuar ou terminar. Ficar muitas vezes seria a mesma coisa mas com o direito de se ausentar da “culpa” ou do compromisso pelo outro?

Elocubrando ,questiono se ao ficar os pares não percebem que as oportunidades acontecem nas esquinas, nos bares. Como se conheceram os pares podem conhecer outros pares na incerteza do relacionamento, porque deixar de dar oportunidade para esse que surge também!? Assim como namorar é dar um tempo somente para conhecer determinada pessoa, o ficar de repente é inversamente proporcional quando deixa de ser um compromisso formal e natural como livre expressão do sentir, pensar e expressar.

Ainda ao conversar com algumas mulheres e até jovens, fico perplexa quando confessam que é o cara que chama para conversar se vai virar namoro ou não. Estamos no velho mundo ou seja é um museu de grandes novidades, onde a liberacão sexual feminina e a liberacão financeira do homem, diga-se hoje o homem divide conta com as mulheres, não evidencia evolucão com relacão ao passado, nesse requisito quem pedi para namorar ainda impera os homens? Poderia ser via de mão dupla?

Namorar é tempo de esperas, para ver quem é a cara do par que estamos. Se esse par cabe na cena que escolhemos já desde pequeno quando a construimos.

A cena é construida ao longo do nosso crescimento desde a infância de forma sistêmica passando pelas experiências com o mundo e nossos pais. Amamos a cena ou o ser amado ? Fico com Ruben Alves amamos a cena que reflete os nossos anseios e desejos do que é o ser amado.

Precisamos mexer na cena se quisermos ir de encontro ao outro ou corremos o risco de vivermos como na mitologia grega vagando em busca da outra metade.

Vejo por trás desse novo estilo um medo enorme de se apaixonar, de se entregar, de se relacionar, a palavra de ordem seria INSEGURANCA.

O mundo de aparência, consumismo onde o exibicionismo impera e exige que o ser humano tenha que ser a qualquer custo ,tudo mesmo que não seja Ele ,com certeza os pares estarão sempre com medo uns dos outros pois quem vai tirar a máscara primeiro?

%d blogueiros gostam disto: